DESMATAMENTO E MUDANÇAS CLIMÁTICAS PODEM REDUZIR AS CHUVAS

 

Escassez de chuvas está associada a vários fatores, como a carência de planejamento dos assentamentos urbanos e a pouca consciência no uso do recurso.

Criar e manter unidades de conservação da natureza nas áreas urbanas pode ser uma resposta para a falta de água, que deflagrou a crise hídrica no Sudeste do Brasil.

A escassez está associada a fatores como carência de planejamento dos assentamentos urbanos, equívocos no manejo do uso do mineral, utilização de equipamentos urbanos de distribuição ineficientes e responsáveis por desperdícios, e a pouca consciência do brasileiro em relação à escassez do recurso.

A avaliação foi feita pelo biólogo e diretor do Departamento de Áreas Protegidas (DAP) do Ministério do Meio Ambiente, Sérgio Henrique Collaço de Carvalho, em fevereiro de 2015. Segundo ele, a existência de unidades de conservação dentro e no entorno das cidades ajudaria na estabilização do regime de precipitação de chuvas e reteria água no subsolo e lençóis freáticos.

O desmatamento e a impermeabilização do solo fazem com que a água da chuva chegue mais rápido aos cursos d’água e ao mar, além de modificar o regime de precipitação.

fonte:http://www.brasil.gov.br/meio-ambiente/2015/02/desmatamento-e-mudanca-climatica-reduzem-chuva

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s